sábado, 12 de março de 2011

"UM POST RUBRO NEGRO PARA UMA BORBOLETA

 Não "morro de amores" pelo Flamengo. Mas hoje tem uma flamenguista, por quem tenho uma admiração muito grande, que está fazendo aniversário. E...por ela, vale até o "sacrifício" de fazer um post  RUBRO NEGRO para lhe dar de presente. E, depois se, ser flamenguista, for tudo isso mesmo que o Artur da Távola escreveu aí embaixo...LUCIANA, (borboletanosolhos.blogspot.com) minha BORBOLETA QUERIDA, vc não poderia ser outro time.  



Ser Flamengo (Por Artur da Távola)


Ser Flamengo é ser humano e ser inteiro e forte na capacidade de querer. É ter certezas, vontade, garra e disposição. É paixão com alegria, alma com fome de gol e vontade com definição. É ser forte como o que é rubro e negro como o que é total. Forte e total, crescer em luta, peleja, ânimo, e decisão.



Ser Flamengo é deixar a tristeza para depois da batalha e nela entrar por inteiro, alma de herói, cabeça de gênio militar e coração incendiado de guerreiro. É pronunciar com emoção as palavras flama, gana, garra, sou mais eu, ardor, vou, vida, sangue, seiva, agora, encarar, no peito, fé, vontade. Insolação.


Ser Flamengo é morder com vigor o pão da melhor paixão; é respirar fundo e não temer; é ter coração em compasso de multidão.



Ser Flamengo é ousar, é contrariar norma, é enfrentar todas as formas de poder com arte, criatividade e malemolência. É saber o momento da contramão, de pular o muro, de driblar o otário e de ser forte por ficar do lado do mais fraco. É poder tanto quanto querer. É querer tanto como saber; é enfrentar trovões ou hinos de amor com o olhar firme da convicção.



Ser Flamengo é enganar o guarda, é roubar o beijo. É bailar sempre para distrair o poder e dobrar a injustiça. É ir em frente onde os outros param, é derrubar barreiras onde os prudentes medram, é jamais se arrepender, exceto do que não faz. É comungar a humildade com o rei interno de cada um.



É crer, é ser, é vibrar. É vencer. É correr para; jamais correr de. É seiva, é salva; é vastidão. É frente, é franco, é forte, é furacão. É flor que quebra o muro, mão que faz o trabalho, povo que faz país.



6 comentários:

  1. Tá vendo,Zatonio? Olha o sacrifício que a gente tem que fazer pelos amigos? rsrsrsr
    Mas a Lú, merece! Pessoa maravilhosa...visita lá o blog dela que vc vai se apaixonar.Bj!

    ResponderExcluir
  2. resolvi te perdoar, amigos são sagrados. Beijo!

    ResponderExcluir
  3. babona. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  4. Uai! E não é que sou mesmo?! KKKK
    Aliás, por falar em babona, obrigada por ter me apresentado Hilda Hilst. Outra mulher de fibra...ADOOOGO! Quando eu "crescer" gostaria de ser igual! rsrsr

    ResponderExcluir
  5. Baby, eu li no dia mesmo e fiquei emocionada mas sem tempo de vir aqui dizer o quanto me tocou seu gesto. Lindo, lindo demais. È tão recompensador conhecer pessoas lindas como voc~e. Beijos carinhosos

    ResponderExcluir