sábado, 17 de abril de 2010

"FALA DEMAIS QUEM NÃO TEM NADA A DIZER!"

Estava lendo agora no blog do Bruno Medina, INSTANTE POSTERIOR, uma crônica sobre os dizeres das camisetas e, me lembrei de uma que vi outro dia. Dizia assim: "Que Deus cuide dos meus amigos porque dos meus inimigos cuido eu! "Como o rapaz que usava essa camiseta era franzino, fiquei pensando qual motivação ele teria para levar no peito, digo, nas costas, essa singela mensagem. Será que ele seria uma daquelas pessoas escolhidas a dedo, tipo uma em cada continente, por um "antigo guerreiro japonês" para ser aprendiz de um método de luta milenar e raríssimo? Ou será que ele teria sido abduzido por "ets" e, sem saber de nada, quando voltou à terra tinha descoberto ser detentor de "ULTRA PODERES ESPECIAIS", desde que, apertasse a luzinha azul que agora levava no peito bem embaixo da camiseta? Não, não...resolvi pensar em algo mais real! Talvez ele andasse armado! Era isso. Andava armado e assim se sentia tão protegido a ponto de usar uma camiseta com um dizer tão estúpido. Aliás, síntese do momento que a gente vive hoje onde a violência é cada vez mais gratuita e explícita.
Bom,depois dessa primeira questão, visto que eu estava na fila de um caixa de supermercado e essa fila não andava, comecei a pensar numa segunda, mas não menos importante questão: como ele definiria "seus amigos" e "seus inimigos"? Talvez seu "amigo" fosse aquele cara que lhe vendeu a arma. Como saber?Imagina se eu, com esse meu jeito estabanado de ser, viro o carrinho de compras violentamente e...acerto quem? ELE! O próprio! O dito cujo da camiseta! Até eu percorrer o caminho de: "FICAR SEM GRAÇA, EXPLICAR QUE FOI SEM QUERER, PEDIR DESCULPAS E FAZER AQUELA PERGUNTA ORDINÁRIA: '-MACHUCOU'? "Ele já teria: "SENTIDO A PANCADA, NÃO VISTO QUE FOI SEM QUERER E CONCLUÍDO 'ASTUCIOSAMENTE' QUE, SOU SIM SUA POTENCIAL INIMIGA. "Pronto!! Lá vou eu para as manchetes de jornais: "MULHER ATROPELA RAPAZ DENTRO DE UM SUPERMERCADO COM UM CARRINHO DE COMPRAS, E MORRE COM UM TIRO NO PEITO!! Que horror...
Finalmente quando chega a minha vez no caixa do supermercado, volto à realidade. Idéias mirabolantes a parte, acho mesmo que esse rapaz perdeu uma ótima oportunidade de se expressar de uma maneira mais positiva e menos agressiva, ou até mesmo de não se expressar porque às vezes "FALA DEMAIS QUEM NÃO TEM NADA A DIZER. "Espero que numa próxima vez, ele aposte numa camiseta lisa, branca ( DA PAZ...talvez!) Fica aqui a sugestão. E quer saber mais? Depois dessa, pensei seriamente em mandar fazer uma camiseta para mim escrito assim: "QUE DEUS NOS GUARDE DE NÓS MESMOS!" e...AMÉM!!!!

2 comentários:

  1. Eu adoreii essee!

    Tia você escreve muitooo bem ... e devia investir mais nesse lado "cômico" e irônico.

    Achei bem legal! beijos

    ResponderExcluir
  2. Valeu pela dica!Obrigada por me acompanhar!

    ResponderExcluir