quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

"SAÚDE PARA TODOS...QUE POSSAM PAGAR!"



É impressionante constatar o "estrago" que o rolo compressor da privatização usado pelo governo do PSDB , vem fazendo em São Paulo. No final do ano passado foi aprovado (mais precisamente no dia 21/12/2010) um projeto de lei enviado à Assembléia, pelo então governador Goldman, permitindo que qualquer hospital do SUS gerido por uma "OS" possa vender 25% dos seus leitos a planos de saúde ou à iniciativa privada. Reparem na data e vejam que o "tucanato" não mede esforços quando o assunto é de seu interesse.




Mas o que vem a ser uma "OS"? Não sabe? Não se espante! A maioria da população não sabe. Não sabe que "OS" é a abreviação de "Organizações Sociais" que, nesse caso, são organizações que se "abrigam" na condição de "filantrópicas", mas que nada mais são do que empresas privadas contratadas para administrar hospitais públicos.



Mas por que o governo do PSDB contrata essas "organizações"? Muito simples. Como essas empresas não tem nenhuma fiscalização efetiva por parte do governo chegam a usar até mesmo 70% da renda líquida com gastos de pessoal, o que fica bem acima do teto estipulado pela Lei de Responsabilidade Fiscal para o Poder Público, que é de 46.5 %. Ou seja, apenas uma forma de driblar a lei. As contratações são feitas sem nenhum critério e sem nenhum controle, transformando esses hospitais geridos por essas organizações em verdadeiros "cabides de emprego",  tornando-os até 50% mais caros ao governo, do que os hospitais geridos diretamente por ele.



E o que o governo do PSDB fez para resolver esse problema? Como resolveu esse inchaço causado pela má administração dessas empresas? Arranjou métodos para fiscalizar o que essas empresas vem fazendo com o dinheiro público? Pediu prestação de contas sobre o número sem fim de contratações feitas por essas empresas? Exigiu corte nos gastos? NÃO! Simplesmente teve a BRILHANTE idéia de permitir, através desse projeto de lei aprovado em dezembro, que essas "OS" vendam à iniciativa privada ( o que é seu sonho desde sempre) 25 % dos leitos dos hospitais do SUS geridos por elas. Simplesmente deram uma injeção de "cicuta" para "salvar" um paciente que estava morrendo!



E quem sofrerá as consequências dessa resolução enfiada goela abaixo pelo governo do PSDB? Essa é a pergunta mais fácil de todas...



A POPULAÇÃO! O cidadão que depende do SUS. Aquele que fica dois meses esperando por uma consulta e mais três ou quatro meses esperando por uma cirurgia. Esse cidadão vai ter que esperar mais ainda porque terá 25% a menos de leitos hospitalares no estado a seu dispor, demonstrando claramente o verdadeiro descaso do governo de São Paulo com o contribuinte que paga, e caro, por um serviço de saúde que é ineficiente e agora, mais do que nunca, insuficiente.



Infelizmente essas informações não chegam à grande maioria da população. Ou se chegam, muitas pessoas preferem ignorar. "Não gostam de falar de política". E daqui a quatro anos, novamente, o PSDB (que adora falar de política e decidir por quem não gosta) terá uma nova enxurrada de votos. Aqui na Baixada Santista, por exemplo, deputados que votam a favor de projetos como esses são campeões de votos, "puxadores de legenda", que vão se tornando figuras legendárias na tão característica "Síndrome de Estocolmo" que assola São Paulo há anos. Enfim, lastimável! Gosto de acreditar que o povo de São Paulo, sem dúvida, mereceria coisa melhor!

2 comentários: