quarta-feira, 7 de março de 2012

"A GENTE NÃO QUER SÓ ROSAS, POEMAS E CANÇÕES!"

   Amanhã, dia 8 de Março, comemora-se mais um "Dia Internacional da Mulher". Rosas, poemas e canções geralmente são os mimos com que nos presenteiam nesse dia. Mas aqui no Guarujá, nós mulheres, receberemos do Poder Público boa dose de descaso, abandono e muito, muito mato...


(Prédio onde deveria ser o Centro de Referência da Mulher do Guarujá)

   Nesse prédio abandonado funcionava, já em condições precárias, a DDM (Delegacia de Defesa da Mulher) do Guarujá. No intuito de construir no local um Centro de Referência da Mulher a Prefeitura desalojou a DDM, fazendo com que ela se resumisse ao que é agora: uma sala na Delegacia Pública da cidade. Além de comprometer o atendimento à mulher que foi vítima de violência, pela inadequação do local onde a DDM se encontra hoje, nem um tijolo sequer foi colocado ali no que seria o futuro CRM. 
   O caso por si só já demonstra o descaso com que o Poder Público vem lidando com a questão. Se analisarmos ainda que o Guarujá, seguindo na contramão do panorama nacional, aumentou seu índice de mortalidade infantil nos últimos dez anos por falta de atendimento ao parto (Folha de São Paulo/ 30-08-2011), essa morosidade em resolver o problema, em colocar em funcionamento um Centro que seria de suma importância para auxiliar no atendimento as carências gritantes das mulheres da cidade, o caso torna-se ainda mais assustador.
 
  A verba existe e já foi liberada, o espaço existe e está disponível. O que está faltando então? 

CRONOGRAMA DA MOROSIDADE:

Conforme informações oficiais do site da Prefeitura do Guarujá, em 16/03/2011, a verba para a construção do Centro de Referência da Mulher é anunciada:

(16/03/2011)
"Guarujá vai receber o maior investimento em Saúde dentre os municípios da Baixada Santista. (...)
 Já o Centro de Referência da Mulher será instalado em Vicente de Carvalho, na Avenida Santos Dumont."



Na Conferência  Municipal de Políticas Públicas Para Mulheres, em 29/08/2011, a implantação do Centro, assim como a reforma da DDM, que até hoje também não ocorreu, são anunciadas.

(29/08/2011)
Na oportunidade, a prefeita anunciou que a Delegacia Sede de Guarujá, assim como a Delegacia de Defesa da Mulher, será reformada, para atender as mulheres vitimizadas e que o Governo do Estado já reservou R$ 1 milhão para a implantação do Centro de Saúde e Atendimento à Mulher. O centro será implantado no prédio onde funcionava antigamente a DDM, em Vicente de Carvalho.



Na cerimônia de entrega da unidade do Hospital Emílio Ribas no Guarujá, em 27/11/2011, onde antes funcionava o Hospital Maternidade Ana Parteira,  fechado por irregularidades, o governador Geraldo Alckmim garantiu que a verba estaria à disposição do Executivo no dia seguinte.

(27/12/2011)
O governador trouxe ainda outras boas notícias para a Pérola do Atlântico. Uma delas é a liberação de R$ 1 milhão para construção do Centro de Referência da Mulher, em Vicente de Carvalho. Segundo Alckmin, nesta quinta-feira (28), o montante estará à disposição do Executivo Municipal, para início das obras. O Centro será erguido na antiga delegacia da Mulher.

E, EM 07/03/2012...A REALIDADE



DESCASO, ABANDONO E MUITO MATO!!!

No Dia Internacional da Mulher, nos dêem o nosso CENTRO DE REFERÊNCIA DA MULHER! Não porque seja um presente, não porque seja um favor, mas sim, porque é um DIREITO nosso. Direito à saúde, à assistência social, ao planejamento familiar, ao atendimento adequado em caso de violência. Dêem-nos DIGNIDADE E RESPEITO! AS MULHERES DO GUARUJÁ AGRADECEM...
...depois disso, se quiserem continuar nos dando "rosas, poemas e canções", sem problemas. Algumas de nós até gostam.







Nenhum comentário:

Postar um comentário