sexta-feira, 8 de abril de 2011

"SÓ SEI QUE DÓI..."

      Só sei que dói. Dor daquelas danadas. Fininha...que encrosta no coração da gente e fica lá fazendo ele sangrar menino. Dor que faz a gente se sentir pequeno diante de tanta limitação causada pelo inexplicável. Dor que incomoda por ser dor de quem se sabe também responsável e muitas vezes também omisso.
Dor de quem gosta de acreditar que todo dia pode existir um "todo dia" diferente. E só uma pergunta me persegue nesse momento: Aonde estamos errando?  Pergunta que incomoda, junto com a dor... incomoda muito...hoje tudo incomoda...tudo vai incomodar. Só sei que dói. 

5 comentários:

  1. Repito: a escrita abre uma janelinha pra respirarmos. Obrigado pela brisa, Clara.

    ResponderExcluir
  2. Dói,Lú...ainda estou digerindo a notícia...

    Rafael,obrigada vc pela solidariedade e gentileza.Bj!

    ResponderExcluir
  3. Não há o que explicar. Só a dor...a impotência, a incredulidade. Beijo!

    ResponderExcluir